LGPD: soluções que garantem a segurança digital dos dados dos clientes

Com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), as companhias são responsáveis pela proteção das informações de terceiros que estão em seu poder. Sendo assim, é preciso garantir a segurança digital dentro das empresas para que dados sensíveis ou estratégicos não sejam invadidos, vazados ou alterados. Como a norma refere-se também a dados armazenados em arquivos físicos, o processo de adequação à LGPD deve incluir ações de conscientização da equipe e não apenas aquisição de ferramentas tecnológicas. Nesse contexto, destacamos quatro soluções para auxiliar as organizações a ingressarem nesse novo momento: 

  1. Sistema de Atendimento Multicanal

Com a LGPD, um dos direitos dos cidadãos é entrar em contato com determinada empresa e solicitar a ela correção, anonimização ou eliminação de informações que estão em seu poder. Essa solicitação deve vir acompanhada por uma requisição formal, mas pode ser feita a qualquer momento e precisa ser atendida prontamente. Nesse processo, sairá em vantagem a organização que tiver um sistema de atendimento multicanal, que oferece unificação de todos os canais de atendimento. Uma solução como essa, além de elevar a experiência do cliente e otimizar a produtividade dos agentes, ainda facilita a ação de mapear onde está cada informação dos clientes.

  1. CRM Omnichannel

Uma base de dados completa e organizada é fundamental para empresas interessadas em responder prontamente às solicitações dos cidadãos e dos órgãos ligados à LGPD. Essa é uma forma estratégica de saber quais dados estão em seu poder e de que maneira eles são tratados, armazenados e protegidos. Toda essa ação pode ser facilitada com uma solução CRM Omnichannel, mas desde que ela tenha real capacidade de integração de dados dos clientes da companhia com base em cadastros atualizados e registros de histórico de compras, além de interações com call center e outros meios de contato. Essa é uma solução vital para empresas de serviços, aquelas que desejam munir a força de vendas com informações confiáveis e as interessadas em estar em compliance com a LGPD.

  1. UEBA – User and Entity Behavior Analytics

Essa ferramenta de Análise de Comportamento dos Usuários e Entidades permite monitorar, analisar, controlar e gerenciar riscos, ataques, padrões de acessos e comportamento da equipe. Isso, tanto com relação às transações realizadas a partir da empresa quanto aquelas que acontecem remotamente. Isso facilita o trabalho das equipes de segurança que precisam acessar informações sobre usuários, sistemas e dispositivos maliciosos, comprometidos ou negligentes, eliminando as ameaças antes que elas causem danos ao negócio ou aos dados dos clientes.

  1. Composição, treinamento e conscientização da equipe

Dentro da companhia, a segurança digital deve ser mais do que uma série de métodos, processos e tecnologias. Ela precisa estar no DNA da organização. É fundamental que exista um comprometimento genuíno com os direitos dos titulares dos dados. Esse entendimento deve ser de todas as faixas da pirâmide organizacional, o que gera para a empresa o desafio de entender a contratação de pessoas como uma ação estratégica e, portanto, bem planejada, para recrutar os melhores talentos do mercado. Além disso é recomendado promover ações periódicas de treinamento e conscientização sobre direitos e deveres relacionados à LGPD, entre outras normas de segurança da informação. 

Sua empresa é a única responsável pelos dados dos clientes que estão em seu poder. Ao se posicionar como guardiã dessas informações, a companhia não vai apenas evitar sanções legais, ela também elevará a sua reputação diante da concorrência e do mercado em geral. Estamos preparados para te ajudar nesse processo. Entre em contato com nossa equipe.

 

Recomendamos